in

Mulher fica cega após realizar cirurgia particular e clama por justiça; quadro é irreversível

A paciente entrou na Justiça para que o seu caso seja investigado como possível omissão de socorro.

G1/Montagem

Uma mulher acabou perdendo a visão após ser submetida a um procedimento cirúrgico. Shirin Saraeian, que é iraniana naturalizada brasileira, passou pela mesa de cirurgia para realizar abdominoplastia e lipoescultura, mas o processo terminou diferente do esperado.

Publicidade

Shirin agora não pode enxergar do olho esquerdo e também perdeu parte da visão do direito devido a uma neuropatia óptica isquêmica, um tipo de lesão dos nervos ópticos provocada pela obstrução do suprimento de sangue.

Infelizmente, o quadro de cegueira da iraniana não pode ser revertido. Recentemente, o advogado que representa Saraeian apresentou o pedido de instauração de inquérito ao Ministério Público de São Paulo sob acusação de lesão corporal devido aos danos causados na paciente após o procedimento cirúrgico.

Publicidade

A defesa da mulher identificou o médico responsável como Renato Tatagiba. De acordo com informações do G1, que teve acesso aos autos do processo, a paciente tentou contato com o profissional que realizou a cirurgia pouco após começar a perder a visão, mas ele não respondeu.

Publicidade

O advogado caracterizou como “absolutamente lamentável” a atitude do médico diante do relato da paciente. O ato do profissional de saúde, de acordo com a defesa de Saraeian, pode ser caracterizado como omissão de socorro.

Publicidade

O medico que atendeu Saraeian foi entrevistado e afirmou que irá provar que agiu dentro dos parâmetros com relação à paciente e que ela estava em condições normais quando recebeu alta da clínica. Em contrapartida, o documento mostra que Shirin apresentou alterações nos sinais vitais quando foi liberada da unidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.