in

Após excluir 31 nomes da lista de aprovados do vestibular, UFPR explica decisão: ‘Não havia outra alternativa’

Após erro na divulgação da lista de aprovados, 31 nomes acabaram sendo substituídos e ficaram de fora da nova listagem.

G1

Após a confusão envolvendo um erro durante a divulgação da lista dos aprovados em vestibulares da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Alexandre Trovon, coordenador do Núcleo de Concursos (NC) da instituição, afirmou que não havia outra alternativa senão corrigir as notas e disponibilizar as vagas para quem, de fato, teria direito, o que resultou na retificação do resultado um dia após sua divulgação.

Publicidade

Após a mudança, na noite de quarta-feira (1), 31 nomes acabaram sendo excluídos da relação dos candidatos aprovados na primeira chamada, divulgada, inicialmente, na última terça-feira (31).

De acordo com a UFPR, se fez necessário realizar a correção, pois a primeira lista a vir a público não considerou as alterações oriundas de recursos acerca da redação realizada no referido vestibular.

Publicidade

Segundo Trovon, o NC da UFPR se solidariza com os 31 candidatos excluídos da lista inicial, porém, ressalta que não havia outra possibilidade senão respeitar os outros 31 candidatos que deveriam ter sua aprovação reconhecida.

Publicidade

Trovon afirmou ainda que houve o que chamou de falha pontual durante o processamento das notas, que, por conta da pandemia, precisou ser reajustado para que a aplicação das provas se desse em uma fase única.

Publicidade

“Questões objetivas e produção de texto ocorreram no mesmo dia. Isso exigiu ajustes técnicos no sistema de processamento das notas. Lamentavelmente, neste processo ocorreu uma falha pontual que levou à retificação da lista de aprovados”, afirmou o coordenador.

Os nomes que acabaram sendo substituídos após a atualização da lista de aprovados se distribuem da seguinte forma: 21 nomes para medicina, 2 em direito, 1 em odontologia, 1 em fisioterapia, 1 em biomedicina e 1 em medicina veterinária, todos para Curitiba. Além disso, outros 4 nomes foram substituídos no curso de medicina em Toledo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.