in

Paraquedista morre após colidir contra parede na tentativa de pouso; família fica desolada

Cristiano tinha duas décadas de experiência na modalidade esportiva e cerca de 2 mil saltos no currículo.

UOL

Com experiência na área do paraquedismo, o instrutor Cristiano Lima, de 47 anos, morreu na manhã do último sábado (4), em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, durante uma tentativa de pouso. Participando de um treinamento, o homem se afastou da zona de pouso no Aeroclube do município, e ao buscar uma plano B, acabou batendo com um muro, e não resistiu aos ferimentos.

Publicidade

Cristiano e outros praticantes de paraquedismo estavam treinando para o Campeonato Brasileiro do esporte, que se inicia neste mês de setembro na cidade de Anápolis, em Goiás.

O caso será investigado pela Polícia Civil, para serem apontadas os motivos do trágico acidente. Um colega que também se perdeu da área de pouso conseguiu encontrar  uma zona segura e pousou normalmente, Cristiano, no entanto, não teve a mesma sorte, e bateu fortemente contra um muro que ficava a 400 metros da pista, e teve morte praticamente instantânea.  

Publicidade

Em nota emitida nas redes sociais, o Clube de Paraquedismo Gaúcho, onde Cristiano era membro, lamentou o ocorrido e se solidarizou com familiares dele. 

Publicidade

“Neste momento devemos, independente de nossas crenças, emanar energias positivas para ele e toda família”, disse o grupo, em post nas redes sociais.  

Publicidade

Diversos familiares, amigos e praticantes da modalidade utilizaram as redes sociais para prestar homenagem ao paraquedista.  Cerca de 50 pessoas estavam no aeroclube no momento do ocorrido, e todos os saltos foram suspensos após o acidente. 

Experiência

De acordo com informações da RBS TV, afiliada da Globo no RS, Cristiano tinha 20 anos de prática no paraquedismo e acumulava cerca de 2 mil saltos no currículo de saltador.  

Publicidade
Publicidade
Publicidade