in

Empresário morto ao filmar assalto em Araçatuba disse que ajudaria criminosos: ‘Também quero uma fatia’

Renato Bortolucci enviou áudios através do celular durante a ação dos bandidos.

G1 | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

Na madrugada da última segunda-feira (30), moradores da região central de Araçatuba viveram momentos de horror. De acordo com o site G1, aproximadamente 20 criminosos efetuaram assaltos a pelo menos 3 agências bancárias no centro da cidade. Os bandidos usaram drones e explosivos durante a ação, que deixou 5 feridos e 3 mortos.

Publicidade

O empresário Renato Bortolucci passava pelo local no momento dos assaltos e resolveu filmar a ação dos bandidos e gravar áudios para conhecidos através de seu celular. Segundo a polícia, Renato foi morto ao ser atingido por tiros disparados pelos criminosos. Os áudios gravados pelo empresário antes e depois de ser atingido chamam a atenção.

Inicialmente, Renato narra o assalto e afirma que inúmeros tiros estão sendo disparados no centro da cidade. Imagens de vídeo mostram o momento em que o empresário se abriga atrás de um veículo enquanto tenta filmar criminosos. Em dado momento, Renato afirma que tentou conversar com os assaltantes dizendo que os ajudaria.

Publicidade

Peraí que vou ajudar vocês aí. Peraí rapaz, é o Renatinho, vou trocar uma ideia com vocês aí. Não deu muito certo, não. Falei que ia trocar ideia com ele. Também quero uma fatia“, disse o comerciante enquanto gravava um vídeo. Em outro áudio, Renato diz que foi atingido por disparos.

Publicidade

A polícia ainda investiga as circunstâncias da morte do empresário. Renato Bortolucci era dono de um posto de combustível e deixou esposa e duas filhas. Até o momento, a polícia não divulgou informações sobre os suspeitos de terem praticado os assaltos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade