in

Enfermeira grávida recusa vacina e morre de Covid; marido desabafa após ter apoiado esposa

Mulher foi internada no início de agosto e não resistiu à doença causada pelo coronavírus.

Arquivo pessoal Haley Richardson

Haley Richardson, de 32 anos, e o marido, Jordan Richardson, estavam felizes da vida. Pais de Katie, de dois anos, o casal se preparava para a chegada de mais uma criança. Jordan queria outra menina e ficou muito animado ao descobrir que a esposa esperava uma irmãzinha para Katie.

Publicidade

Em meio a pandemia do coronavírus, Haley deveria ter tomado a vacina. Atuando como enfermeira em hospital da cidade de Theodore, no Alabama, nos Estados Unidos. A mulher ficou com medo de tomar o imunizante e isso afetar o bebê de alguma forma. Por este motivo, em comum acordo com o marido, decidiu não se vacinar.

Em julho, Haley contraiu a doença causada pelo coronavírus. No começo de agosto, a mulher de 32 anos precisou ser internada. O quadro se agravou e os médicos tiveram que tomar uma atitude urgente: realizaram o parto que estava previsto para acontecer apenas em novembro.

Publicidade

Marido apoiou decisão da esposa de não se vacinar

Publicidade

Haley não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu. Dois dias depois foi a vez de o bebê morrer. A TV News 5, Jordan disse que apoiou a decisão da esposa de não se vacinar sem saber que poderia ocorrer a tragédia que se abateu sobre a família.

Publicidade

“Nós teríamos defendido a vacina, se soubéssemos que esse seria o resultado”, diz o homem. No momento, a família organiza uma vaquinha para arrecadar fundos para a realização do velório e sepultamento do corpo de Haley e para pagar as despesas médicas. Cento e noventa e cinco doadores colaboram até o momento e foram arrecadados 19.740 dólares dos 20 mil pedidos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!