in

Cachorro que matou bebê de 23 dias tem destino definido; família não o quer mais

Dois cães brigaram e chow chow avançou sobre criança de 23 dias que estava no sofá.

Pixabay

A morte de um bebê de 23 dias que foi atacado por um cão na cidade de Biguaçu, em Santa Catarina, causou grande comoção. O bebê estava no colo da mãe quando foi atacado pelo cachorro da raça chow-chow, no sábado (14). Os detalhes foram divulgados pelo delegado responsável por investigar o caso.

Publicidade

De acordo com Rodrigo Dantas, os dois cães da família começaram a brigar no momento em que o pai do bebê foi colocar comida para eles. O homem tentou separar a briga, mas neste momento um dos animais entrou na residência e avançou sobre a criança.

O bebê chegou a ser socorrido, foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Foi uma grande tragédia para a família que mora na cidade localizada na Região Metropolitana de Florianópolis. Diante do ocorrido, a família decidiu não ficar mais com os animais.

Publicidade

O delegado responsável pela investigação afirmou que os pais do bebê pretendem fazer a doação dos animais. O segundo cão envolvido não tem raça definida – popular vira-lata. Os pais receberam contato de uma ONG que cuida da causa animal. Esta ONG deve ser o destino dos dois cães.

Publicidade

Polícia Civil investiga o caso

A Polícia Civil de Santa Cantarina compareceu à casa onde bebê morreu apurou se os cães sofriam maus-tratos. Após a visita ao local, esta possibilidade foi descartada. Os familiares do bebê serão intimados para esclarecer alguns fatos. Não há data para as intimações, que serão feitas quando os pais estiveram em melhor estado. Eles estão muito abalados com a morte do filho.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!