in

Caixa responde por 67% do crédito imobiliário, diz presidente do banco

Carteira habitacional do banco chega a R$ 528,9 bilhões.

© Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, apresentou nesta terça-feira (17) um balanço de sua gestão à frente do banco estatal e destacou alguns dos principais números da companhia. Segundo ele, a carteira de crédito habitacional do banco soma atualmente um volume R$ 528,9 bilhões, o que representa 67,3% de todo o financiamento imobiliário concedido no país. Os detalhes foram apresentados durante transmissão ao vivo nas redes sociais da Caixa. 

Publicidade

Ao todo, de acordo com Guimarães, são 5,76 milhões de contratos imobiliários em vigor, um crescimento de 12,5% entre 2019 e 2021, período em que ele está na presidência da Caixa. O balanço do banco será oficialmente apresentado ao mercado na quinta-feira (19). 

Em junho desse ano, a Caixa registrou recorde de R$ 13,1 bilhões em crédito imobiliário processado, “maior mês de contratação na história“. O banco também responde pela quase totalidade dos financiamentos da habitação popular, por meio do programa Casa Verde Amarela, sucessor do Minha Casa Minha Vida. 

Publicidade

Em relação ao Casa Verde Amarela, nós temos mais de 99% de todo o volume do programa, que é a habitação popular“, disse. 

Publicidade

Ampliação

Guimarães afirmou que a Caixa abriu 268 novas agências nos últimos anos, incluindo 100 especializadas no agronegócio. Ao todo, são 86 unidades novas no Nordeste, 59 nos estados do Norte, 40 no Centro-Oeste, 52 no Sudeste e 31 no Sul. 

Publicidade

O financiamento do agronegócio também foi ampliado pela Caixa, que agora disponibiliza, segundo o presidente do banco, cerca de R$ 10,18 bilhões de carteira de crédito, crescimento de 33% desde 2019.

No balanço, Pedro Guimarães informou que o crédito consignado se tornou a principal linha de crédito de pessoa física da Caixa, com R$ 68,02 bilhões de carteira ativa. 

O banco também negociou a dívida de mais de 1 milhão de clientes nos últimos dois anos, totalizando R$ 8,6 bilhões.

Digitalização

Pedro Guimarães destacou a digitalização da Caixa nos últimos anos. O banco ostenta atualmente mais de 107 milhões de contas digitais, a grande maioria criada para atender os pagamentos do Auxílio Emergencial do governo federal, por meio do aplicativo Caixa TEM.

A Caixa processou, entre o ano passado e este ano, um total de R$ 329,5 bilhões em pagamentos do programa de transferência de renda, criado para apoiar famílias vulneráveis durante a pandemia. Ao todo, o Auxílio Emergencial atendeu 68 milhões de beneficiários. 


Publicado em 17/08/2021 – 21:23 Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil – Brasília. 
Edição: Fábio Massalli.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.