in

Médium Divaldo Franco está internado em UTI após problemas renais

O líder espírita precisou ser internado na noite desta terça-feira (10) após fazer exames de saúde.

Reprodução/Site Chico de Minas Xavier

O médium Divaldo Franco, de 94 anos, precisou ser internado na noite dessa última terça-feira (10). A informação foi dada pelo centro espírita Mansão do Caminho, que informou que, apesar da idade avançada, seu estado de saúde é considerado bom. 

Publicidade

O líder espírita foi internado no Hospital São Rafael, localizado na cidade de Salvador, para realizar alguns exames de saúde e uma possível cirurgia na área de urologia, devido alguns problemas decorrentes de cálculo renal. 

Mesmo com idade avançada, Divaldo Franco se dedica diariamente à divulgação de sua obra, e ficou famoso por mensagens explicando o momento de transição do planeta, vivido devido à pandemia de Covid-19. Além disso, sua disposição é considerada invejável (no bom sentido) por todos os participantes da Doutrina.

Publicidade

Publicidade

A Mansão do Caminho aproveitou para deixar todo o seu apoio para o líder espírita e afirmar que, embora sua luz seja imensa, continuam deixando sua oração pela recuperação de Divaldo Franco. Concluíram dizendo que este é mais um momento de aprendizado para esse espírito de Luz e todos os que o admiram, ressaltando que devemos confiar em Deus e obedecer a rota natural da vida.

Publicidade

Mensagens sobre a pandemia

Divaldo Franco se dedicou à auxiliar todas as pessoas que estavam aflitas com início da pandemia de Covid-19, compartilhando seus conhecimentos e explicando o momento de transição que o planeta vive. Logo em seguida, lançou o livro do espírito Manoel Philomeno, intitulado de ‘No Rumo do Mundo de Regeneração’.

Além disso, o líder espiritual participa de lives da Mansão do Caminho quase semanalmente e apresenta sempre um bom humor impecável. Divaldo ressalta que para superar a pandemia devemos começar mudando a nossa paisagem mental, pois somos bastante imediatistas. Também afirma que venceremos o momento atual quando percebermos que não somos pessoas que independem dos outros e  superarmos o estado vingança, calúnia e os ódios.

Publicidade
Publicidade
Publicidade