in

Delegado ouve namorado de mulher morta por pitbulls e dá detalhes: laudo dos cães está pronto

Marli, de 53 anos, foi morta pelos pitbulls da chácara onde o namorado trabalha.

Reprodução UOL / Montagem Aurilane Alves

O delegado Nilton Marinho, responsável por investigar a morte da costureira Marli Donegá Tizura, de 53 anos, após ser atacada por pitbulls da chácara onde o namorado trabalhava, em Birigui, São Paulo, deu detalhes do ocorrido após ouvir o rapaz receber alta hospitalar. Foram mais de 10 dias internado.

Publicidade

Na noite do dia 21 de julho, Marli, o namorado e um amigo foram a uma pizzaria. Os seis cães ficaram soltos na chácara. A ideia do caseiro era alimentá-los quando voltasse. Ele e Marli chegaram de carro. Ela segurava uma caixa de pizza.

Os animais teriam ficado ouriçados com o cheiro da pizza. Com as patas erguidas, os animais ficaram ao lado de Marli. Ela levantou a mão com a caixa de pizza para evitar que eles pegassem. O namorado ficou com medo que os pitbulss atacassem Marli e entrou no meio.

Publicidade

“Os cães estranharam até a voz de comando. Ele, de forma mais ríspida, acabou provocando os cães. Nisso, os cães foram atacá-lo primeiro. Em seguida, os cães fizeram o mesmo com a Marli”, disse o delegado. Marinho acredita que o caso foi uma fatalidade.

Publicidade

Marli foi morta pelos cães

O caseiro foi atacado. Ferido, conseguiu se refugiar dentro da casa. Marli não teve a mesma sorte. Os cães a mataram ali mesmo. O caixão teve que ser lacrado devido ao estado do corpo. Pitbulls são animais muito fortes.

Publicidade

O delegado Nilton Marinho falou ao G1 sobre o laudo realizado nos animais. Os exames mostraram que eles estão com a vacinação e medicação em dia. Os cães, três adultos e três filhotes, nunca haviam apresentado comportamento agressivo antes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!