in

Remédio usado pela deputada Joice Hasselmann pode causar perda total da memória

Joice Hasselmann contou ter usado o medicamento antes de dormir e acordar com hematomas por todo o corpo.

Reprodução SBT

A deputada federal Joice Hasselmann, que recentemente contou ter sido vítima de agressão, mas não soube explicar o que aconteceu, faz o uso de stilnox, medicamento à base de zolpidem, que está diretamente ligado à diminuição ou perda total da memória.

Publicidade

De acordo com uma reportagem divulgada pela Folha de S. Paulo, o remédio pode afetar 5% dos pacientes, isso principalmente até quatro horas após a ingestão.

Segundo o psiquiatra Mauro Aranha, quando a pessoa usa esse medicamento ela pode acabar vivenciando coisas que não retem em sua memória. Além disso, Mauro esclarece que, caso a pessoa acorde nas primeiras quatro horas após a ingestão do medicamento, ela pode acabar não se lembrando do que fez.

Publicidade

Vale destacar que Joice Hasselmann afirma ter ingerido o medicamento antes de dormir e acordar com hematomas pelo corpo. A parlamentar diz ter sido vítima de um atentado. Atualmente, as investigações vêm sendo realizadas em Brasília.

Publicidade

Na segunda-feira, 26, Joice registrou um boletim de ocorrência contra o senador Styvenson Valentim após ele ter comentado sobre o caso de agressão sofrido por ela. Ao comentar sobre o assunto em uma transmissão ao vivo, Valentim disse que as agressões poderiam estar ligadas a traição ou ao uso de drogas. Agora, ele responderá por injúria, calúnia e difamação.

Publicidade

Segundo informações do Metrópoles, Joice Hasselmann afirmou nunca ter fumado nem cigarro e, inclusive, diz não ter medo do senador. A deputada se referiu a Valentim por “homem frouxo” e “covarde” que usa as redes sociais para agredir mulher.

Publicidade
Publicidade