in

Jovem casal é morto com mais de 35 tiros e assassinos deixam recado através de bilhete: ‘Favor não roubar’

Mateo Martínez Armoa e Anabel Centurion Mancuelo, foram executados com mais de 35 tiros em uma choperia.

G1 | Divulgação

Um jovem casal foi brutalmente assassinado em uma choperia na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha da brasileira Ponta Porã. De acordo com o site G1, Mateo Martínez Armoa e Anabel Centurion Mancuelo foram mortos por mais de 35 tiros disparados por pistoleiros. O casal estava no local comemorando o aniversário de 22 anos de Anabel.

Publicidade

O crime brutal ocorreu na última segunda-feira (26), os assassinos ainda deixam um recado através de um bilhete escrito em espanhol com a frase “favor não roubar“. O bilhete teria sido assinado por um grupo conhecido como Justiceiros da Fronteira e preso à cabeça do jovem Mateo Martínez.

De acordo com as investigações, o alvo principal seria Mateo, que foi atingido por mais de 35 disparos, vindo à óbito no local. Anabel chegou a ser socorrida, mas faleceu horas depois em um hospital particular. Autoridades locais afirmaram que Mateo possui antecedentes criminais, fator que pode estar relacionado com o crime.

Publicidade

Ainda há indícios de que o jovem teria cometido delitos na região, e teria sido assassinado por motivo de vingança. A polícia local não averiguou nenhum antecedente criminal em nome de Anabel, porém, não possui conhecimento sobre a jovem ter ciência das práticas realizadas pelo namorado.

Publicidade

Em maio deste ano, um crime semelhante ao assassinato dos jovens ocorreu na fronteira. Na ocasião, três homens foram assassinados e os mesmos bilhetes foram deixados no local com o pedido para que as pessoas não roubem. Até o momento, nenhum responsável pelos crimes foram identificados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade