in

Bebê de jovem que sofre com ‘ossos de vidro’ nasce com mesma doença e acumula várias fraturas: ‘desesperador’

Garotinho nasceu com 31 centímetros e apenas 1,5 kg, mas vem desenvolvendo bem nos últimos meses.

G1

Diagnosticada com a doença dos “ossos de vidro” a jovem Francisca Vitória Tavares, residente no Acre, vive um novo drama. Quando ela veio ao mundo, a mãe dela foi informada de que ela não sobreviveria por mais de cinco anos. Contudo, ela foi mais além, atualmente tem 18 anos, e recentemente deu à luz ao pequeno Gael Benício.

Publicidade

Para surpresa dela e dos familiares, o bebê acabou recebendo o mesmo diagnóstico de osteogênese  imperfeita, uma doença genética raríssima. 

A gravidez de Vitória não foi planejada, mas ter uma criança sempre foi um sonho da jovem. Contudo, o receio era grande por conta do seu quadro clínico, visto que o bebê tinha o risco de 50% de nascer com o mesmo problema genético. 

Publicidade

No sexto mês de gestação, ela recebeu a notícia que Gael nasceria com a doença dos ossos de vidro. Apesar do grande medo de que o bebê não resistisse, a criança veio ao mundo.

Publicidade

Covid-19

Além de todo o drama por conta da gestação, Vitória ainda testou positivo para a Covid-19 durante o período gestacional, e teve que ficar duas semanas internada em um hospital. 

Publicidade

Segundo a jovem, Gael já acumula ao menos 13 fraturas pelo corpo desde o seu nascimento. Somente na unidade hospitalar onde ele ficou internado foram cinco fraturas.

“O mais desesperador é quando acontece uma fratura com ele, porque ele não entende e chora, fica se mexendo, inquieto. Lembro quando eu fraturava, sentia muita dor, sei o que ele está passando, vivi a mesma coisa”, disse Vitória, destacando que o bebê não sofre fraturas há quatro meses.

De acordo com a mãe, Gael vem desenvolvendo mais nos últimos meses. A criança que nasceu com 31 cm e 1,5kg atualmente está com 51 cm e está pesando 5 quilos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade