in

Menina de 10 anos morre após celular conectado à tomada explodir; avó e bebê de 2 anos também foram atingidos

Criança passou quase duas semanas internada, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Reprodução

Uma criança de apenas 10 anos morreu após ser vítima de uma explosão de um aparelho de celular que estava na tomada. O caso ocorreu no último dia 15 de julho, na cidade de Pão de Açúcar, em Alagoas, e a menina estava internada desde então, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu no último domingo (25).

Publicidade

A garotinha teve ferimentos de 2º e 3º graus e estava no Hospital Geral do Estado (HGE), localizado em Maceió. Segundo informações da família, ela usava fones de ouvidos com o celular enquanto o mesmo era carregado na tomada. A explosão provocou um cenário de destruição total na residência, atingindo não só a vítima fatal, mas a avó materna dela e outro bebê de 2 anos.

A residência, situada no povoado de Santiago, na Zona Rural do município também acabou pegando fogo, e teve destruição parcial. O quarto onde a menina de 10 anos estava ficou completamente destruído, afetando todos os móveis e objetos presentes. Vizinhos ajudaram na contenção das chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros.

Publicidade

Atendimento

Em um primeiro momento, a menina e os familiares foram atendidos em uma unidade hospitalar de Pão de Açúcar, e posteriormente foram conduzidas para a cidade de Santana do Ipanema, a 49 km do município onde eles residiam.

Publicidade

Com 40% do corpo queimado, com foco nas pernas e braços, a menina foi levada para o  Maceió. Na capital alagoana, ela foi submetida a um procedimento cirúrgico e foi transferida para um leito de UTI na unidade de queimados do HGE.

Publicidade

O bebê, por sua vez, permanece internado na enfermaria do HEA. Ele sofreu queimaduras na mão e pé. Segundo o boletim médico divulgado, ele não corre risco de vida. O caso será investigado pela Polícia Civil de Alagoas. O caso liga alerta sobre o risco de se utilizar aparelhos eletrônicos enquanto eles carregam na energia elétrica.

Publicidade
Publicidade