in

Faxineira é atacada com ácido por ex-patrão e teme perder visão de um olho: ‘Dor horrível’

Idoso jogou ácido no rosto de faxineira após desentendimento em Cantanduva (SP).

Reprodução/Site oficial da Globo

A faxineira de 31 anos, Francieli Priscila Correa Froelich, foi atacada com ácido pelo ex-patrão de 70 anos. A agressão aconteceu em Catanduva (SP) na última sexta-feira (17) e é possível ver em vídeo publicado na internet o ex-patrão atirando ácido no rosto da faxineira. O idoso alegou não lembrar qual líquido teria jogado em Francieli, mas que não teria sido ácido.

Publicidade

Em uma entrevista dada ao G1, Franciele informou ter realizado uma consulta com um oftalmologista nesta última quarta(21) e que teme perder a visão de um dos olhos. Ainda informou que o olho está muito inflamado e por isso o médico não poderia fazer nada enquanto tivesse infeccionado. Somente após desinfeccionar será possível saber se será necessário operar o olho.

Na queixa registrada pela faxineira, foi alegado que o idoso jogou ácido muriático no rosto da vítima. O líquido mencionado é um tipo de ácido clorídrico que só é utilizado para remover alguns restos de cimento e para limpar pisos. Francieli contou ter sentido uma dor horrível e que sofreu queimaduras pelo corpo, além de ter derretido parte de sua roupa.

Publicidade

Motivação da briga

Ao G1, Francieli informou que já trabalhava na casa do ex-patrão idoso há uns quatro anos , fazendo faxina e comida na casa. Os dois se conheciam há mais de 10 anos e suas famílias eram próximas, chegando a realizar uma viagem juntos.

Publicidade

A confusão teria começado após Francieli pedir demissão do serviço e os dois se desentenderem por telefone. Segundo a faxineira o motivo da demissão seria uma discussão ocorrida após ela tropeçar em um balde com produtos que o idoso vendia. Ela disse ter ido à porta da casa do idoso para tirar satisfações após o ex-patrão ameaçar abusar e matar seu filho.

Publicidade

Publicidade
Publicidade