in

Dona de casa morre ao realizar exame simples e família fica arrasada: ‘Sofreu paradas e AVC’

Filho acredita em erro da clínica onde mulher de 58 anos fez exame para diabetes.

Arquivo pessoal Eva Correia de Souza

Eva Correia de Souza, de 58 anos, morreu após fazer exame para diabetes em clínica de Vila Rica, no Mato Grosso. O caso aconteceu no sábado (17) e a família da dona de casa registrou boletim de ocorrência após o exame apontar intoxicação como causa da morte.

Publicidade

Eva havia ido ao médico e estava com a glicose alterada. O médico solicitou exames e ela foi à clínica. Segundo Gleidson Luiz Correia de Souza, a mãe pode ter sido vítima de um erro da clínica que realizou o exame. Antes de começar a passar mal, ela ingeriu uma substância dada pela profissional que a atendeu.

“A funcionária ofereceu essa substância química e ela tomou. De imediato ela começou a passar mal, vomitou e foi levada para um pronto-atendimento”, disse o filho em entrevista ao G1. A mulher ainda teria resistido a tomar o líquido e questionou sobre o procedimento. Após ingeri-lo, começou a passar mal.

Publicidade

Eva recebeu atendimento, passou por lavagem estomacal e ficou em observação. Ela chegou a conversar com a família via WhatsApp. No início da tarde, a mulher de 58 anos não resistiu. “Sofreu duas paradas cardíacas e um AVC”, contou o filho. A mulher foi intubada, mas morreu.

Publicidade

Polícia Civil investiga

A Polícia Civil do Mato Grosso investiga a morte de Eva. Segundo Gleidson, a mãe era alérgica e o produto usado era um anticoagulante, um químico. A família acredita em erro do laboratório. A profissional envolvida e responsáveis pelo laboratório devem ser ouvidos para explicar o procedimento que levou a dona de casa de 58 anos a óbito.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!