in

Delta é a segunda variante da Covid que mais predomina no RJ

Em menos de um mês, a variante de origem indiana vem preocupando por ter uma transmissão ainda mais fácil do que as demais.

© Tomaz Silva/Agência Brasil

A variante da Covid, denominada delta, já ocupa o 2º lugar das mais encontradas no estado do Rio de Janeiro. Nesta terça-feira, 19, em entrevista para o Rj1, o secretário de Saúde do estado, Alexandre Chieppe, revelou que a cepa de origem indiana “está atrás apenas da P.1”, variante que surgiu em Manaus.

Publicidade

Segundo Alexandre Chieppe, o que mais preocupa é o fato de a variante ter se espalhado pelo estado “muito rapidamente”. Além disso, o secretário ainda ressalta que, em menos de um mês, a delta acabou se tornando a 2ª variante mais predominante no RJ.

Conforme os dados, até a última terça-feira, 13, o RJ já havia mapeado 72 casos da variante delta. No entanto, vale destacar que, no final de semana, esse dado era 74; contudo, dois pacientes acabaram saindo da estatística, porque não são moradores do estado do Rio.

Publicidade

Além disso, Chieppe ainda afirmou que o que vem acontecendo é “uma pequena amostragem”, por isso, ressalta que o problema “certamente é muito maior”. O secretário ainda diz que, agora, o que resta é observar os casos mais graves de Covid, para, assim, entender como ocorre a dinâmica da transmissão da variante.

Publicidade

Ainda na entrevista, Chieppe contou que os sintomas dessa variante são os mesmos da Covid, contudo, essa cepa acaba se transmitindo com mais facilidade. Mesmo diante do dado preocupante sobre a delta, o secretário ressalta que as vacinas que vêm sendo aplicadas no Brasil contra a Covid-19 são eficazes contra essa variante, principalmente, após a 2ª dose do imunizante.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade