in

Idoso apaixonado anda quilômetros com uma placa que diz: ‘Minha esposa precisa de um rim’

O homem decidiu que ajudaria a salvar a vida da esposa, que precisava de um transplante de rim com urgência.

Nation/Montagem Guti M.

O número de pessoas que precisam do transplante de um órgão é bem alto em todo o mundo. Não basta existir um órgão para doar: ele precisa estar em bom estado de saúde e ser compatível com a pessoa que receberá a doação, de forma que por incompatibilidade, muita gente fica sem um doador.

Publicidade

Wayne Winters tinha 74 anos quando sua esposa, Deanne, com quem estava casado há 26 anos, foi diagnosticada com insuficiência renal em estágio 5, quando se precisa de um transplante urgente.

Sabendo da dificuldade das pessoas que ficam anos em uma fila esperando um transplante e muitas vezes não o conseguem a tempo, Wayne decidiu que faria algo para mudar o destino de sua esposa. O idoso fez uma placa em que dizia: “minha esposa precisa de um rim” e incluía seu telefone de contato para que algum candidato a doador entrasse em contato.

Publicidade

Todos os dias, Wayne caminhava quilômetros na estrada com a placa para que as pessoas nos carros o vissem. O horário de pico era o preferido de Wayne, pois segundo ele, as pessoas podiam ler sua placa e anotar seu número, já que devido ao trânsito de Utah não tinha como os motoristas se apressarem com todos os carros parados.

Publicidade

O idoso contou que ficou surpreso quando começou a receber até 800 chamadas por dia em seu celular. A mais importante veio do hospital universitário de Lowa. Um paciente que era doador havia falecido e Deanne poderia fazer o transplante.

Publicidade

O ideal é que o órgão seja retirado do corpo do doador com ele vivo, mas transplantes de órgãos de doadores mortos propiciam até 12 anos de expectativa de vida para o beneficiado. Wayne ficou muito feliz, pois isso daria muitos anos de vida para que ele e a esposa pudesse viver felizes juntos.

Após a esposa ficar bem, Wayne garantiu que não pretende abandonar a causa e quer continuar ajudando as pessoas que assim como Deanne precisou um dia, necessitam de um rim para sobreviver.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades