in

Bolsonaro recebe ataques após notícia de possível cirurgia

Presidente foi transferido para hospital de São Paulo e passará por novos exames.

Foto: João Lucena

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília, nesta quarta-feira (14), após sentir dores abdominais durante a madrugada. Os médicos identificaram uma obstrução no intestino do chefe do Executivo.

Publicidade

Bolsonaro foi transferido para hospital de São Paulo, durante a tarde. Ao chegar à capital paulista, o presidente será avaliado novamente e pode ter que passar por nova cirurgia na região onde levou a facada de Adelio Bispo, em setembro de 2018.

Nas redes sociais, apoiadores do presidente estão se manifestando, desejando que tudo dê certo neste momento. Bolsonaro já passou por algumas cirurgias desde que foi esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora, às vésperas das eleições presidenciais.

Publicidade

Internautas desejam a morte de Bolsonaro

Em meio a muitas mensagens positivas, Bolsonaro também sofreu ataques nas redes sociais. Muitos internautas postaram mensagens desejando a morte do presidente no Twitter. Muitos usaram a expressão “tomara que morra” ao falar do estado de saúde de Bolsonaro.

Publicidade

Outros preferiram partir para um lado mais “engraçado” e fizeram “piadas” sobre o quadro de saúde de Bolsonaro. O presidente do Brasil vem sendo muito criticado neste período de pandemia do coronavírus, iniciado em março do ano passado.

Publicidade

Algumas declarações de Bolsonaro neste período pegaram muito mal. No momento, o presidente amarga alta rejeição e baixo índice de apoio. A reeleição em 2022 pode estar comprometida. Pesquisas apontam que Bolsonaro está na segunda posição da disputa presidencial.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!