in

Pai mata filha de 3 anos após cair sobre ela em brincadeira; desabafo comove: ‘Coração pesado’

Criança foi socorrida, mas acabou não resistindo aos ferimentos logo após tragédia.

Mirror - Reprodução

Uma fatalidade ceifou a vida da pequena Amberlie Pennington-Foley, de 3 anos, durante uma brincadeira com o pai. A garotinha estava curtindo o dia com o pai em um gira-gira de um parquinho em Upper Hutt, na Nova Zelândia, quando foi atingida por ele de forma acidental, e acabou não resistindo.

Publicidade

O caso comovente foi registrado no ano passado, mas somente agora ganhou notoriedade pública à nível mundial. 

O pai da menina, identificado como Robert Foley, estava pulando no gira-gira, e acabou se desequilibrando, caindo com todo o seu peso sobre a filha. A garotinha teve lesão cerebral e na medula espinhal, além de ferimentos no pescoço e cabeça. Internada às pressas em uma unidade hospitalar, ela teve óbito decretado horas depois do acidente.

Publicidade

Responsável por atender o caso, o legista Peter Ryan classificou a situação como dolosa, quando não há a intenção de matar, definindo a ocorrência como um acidente trágico e algo que não era previsto de ocorrer, uma vez que diversos pais operam o brinquedo da mesma forma e não se acidentam.

Publicidade

Pai desabafa

Desolado pelo ocorrido, o pai da menina lamentou a morte da filha de 3 anos, e disse estar com o “coração pesado” pela perda irreparável.

Publicidade

“Você acorda e pensa, aqui estamos nós de novo. Coração pesado. Ela era minha melhor amiga, minha alma gêmea, ela era tudo o que há de bom comigo”, desabafou Robert Foley.

Ele a esposa migraram do Reino Unido para a Nova Zelândia há 9 anos. Após a trágica morte da menina, a família foi amparada pela comunidade Upper Hutt, que se mostrou comovida com a situação registrada. Várias doações foram destinadas à família da pequena Amberlie ao longo dos últimos meses. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade