in

Mãe acusada de matar filho Henry Borel desabafa em nova entrevista: ‘Vou provar minha inocência’

Em entrevista, mãe de Henry Borel disse que Dr Jairinho é o único responsável pela morte do filho.

Reprodução/Catraca Livre

A mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros da Costa e Silva realizou uma entrevista e revelou que irá provar sua inocência e que não era de seu conhecimento as agressões realizadas pelo ex-companheiro à criança de apenas 4 anos, morta em março.

Publicidade

Monique, mãe de Henry Borel concede entrevista

A professora Monique está presa desde o mês de abril e disse que o seu ex-namorado e também vereador do Rio de Janeiro, Jairo Souza Santos Júnior, mais conhecido como Dr. Jairinho é o único responsável pela morte de seu filho Henry.

Em entrevista para O Globo, a mãe alega que não sabia das agressões e que vai provar que é inocente no caso. Atualmente, o casal encontra-se preso pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e de tortura contra o menino Henry Borel.

Publicidade

Durante a entrevista, a mãe do garoto frisou que se arrepende de ter colocado uma pessoa dentro da sua casa sem saber o mal que ela poderia causar à sua família e disse que o seu sentimento é que sua vida foi destruída, não só por causa de sua liberdade, mas também pelo fato de perder o amor de sua vida, que era seu filho. 

Publicidade

Depoimento da mãe de Henry Borel

Segundo a mãe, seu primeiro depoimento foi igual ao do ex-namorado porque pensava que Henry tivesse se acidentado em casa e não passou pela sua cabeça que o Dr Jairinho fosse capaz de tamanha barbaridade. Porém, para que as torturas fossem reveladas e mostrar a realidade, foi necessário que a criança morresse.

Publicidade

Finalizando sua entrevista, Monique falou que acredita que justiça irá provar sua inocência e que Dr Jairinho irá pagar pelo homicídio e também pela denúncia a outras duas crianças torturadas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade