in

Criança morre após ser espancada pelo pai por não saber tarefa escolar; detalhe das agressões comove

Menino foi socorrido para uma UPA e posteriormente levado a um pronto-socorro, em estado grave, e não resistiu.

G1 - Mundo Nipo - Montagem

Um menino de 6 anos que foi agredido pelo pai por não saber a lição de casa não resistiu aos ferimentos e teve morte cerebral confirmada na última segunda-feira (28). A criança identificada como Elias Emanuel Martins Leite havia sido internada no dia anterior em Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Caratinga (MG), mas devido a gravidade foi transferida para um pronto socorro de BH. 

Publicidade

Segundo informações repassadas pela Prefeitura de Caratinga, o garoto acabou tendo morte cerebral detectada no início da noite da última segunda-feira (28), e o óbito foi confirmado. 

O pai do menino, autor das agressões, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Caratinga, e foi levado para uma penitenciária, enquanto aguardará a apuração do inquérito. 

Publicidade

Em depoimento às autoridades, ele alegou estar sob efeito de bebida alcóolica no momento das agressões contra o próprio filho, e ainda revelou já ter perdido o poder familiar em outras oportunidades justamente por conta de episódios de violência, mas depois teve direito reestabelecido. 

Publicidade

Agressões

O menino de 6 anos ficou gravemente ferido após ser atacado pelo pai. O homem de 26 anos estava ensinando a lição escolar ao filho, e quando o garoto não soube resolver uma questão, ele o agrediu com socos, pontapés, tapas e uma rasteira. 

Publicidade

Na queda, Elias Emanuel acabou batendo a cabeça em um móvel da residência e ficou desacordado, tendo uma convulsão. Neste momento, o pai o socorreu tentando desenrolar a língua do menino e deu um banho nele, mas não obteve êxito na reanimação.

Diante disso, ele mesmo conduziu o menino para a UPA de Caratinga. Os socorristas acionaram a Polícia Militar sobre o caso. Enquanto a polícia apurava os primeiros fatos, o autor do crime chegou a ligar para a esposa e madrasta da criança, para que ela escondesse uma arma que ele tinha na residência. Segundo informações da PM, o homem acumula passagens pela polícia. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade