in

Criança de 2 anos morre pisoteada por vaca em Sergipe; família está arrasada

Criança entrou no curral sem que família percebesse e foi pisoteada pelo animal.

Reprodução TV Sergipe

Quem tem filho pequeno sabe que eles são imprevisíveis e que todo cuidado é pouco. Em um piscar de olhos, a criança vai de um lugar para o outro e, se os pais não estiverem atentos, pode acontecer acidente. Em Fazenda Nova, no Sergipe, uma história desse tipo teve final trágico.

Publicidade

Uma criança de dois anos morreu na última quinta-feira (24). A família, arrasada com tudo o que aconteceu, contou que a criança saiu de casa sem que ninguém percebesse. Fora de casa, ela se dirigiu ao curral onde a família cria animais.

No local, havia uma vaca isolada. O animal havia acabado de parir. A criança, acostumada a lidar com as vacas acompanhada do pai, entrou no cercadinho onde o animal, que pode pesar mais de 600 quilos, estava e acabou sendo pisoteada.

Publicidade

A criança foi socorrida pelos familiares desesperados. Da casa, eles levaram a criança para o Hospital Nossa Senhora de Glória. Em seguida, a criança foi levada para o Hospital de Urgência de Sergipe, mas não resistiu aos ferimentos e a morte foi confirmada.

Publicidade

Publicidade

Velório e enterro da criança de dois anos pisoteada por vaca

Após a morte confirmada, o corpo da criança foi liberado para a família. O velório do corpo da criança foi realizado na cidade de Capela. O enterro aconteceu às 15h desta sexta-feira. A família está arrasada com esse acidente que tirou a vida da criança de apenas dois anos e que não tinha noção nenhuma do risco que corria ao se dirigir ao curral onde a vaca estava isolada após o parto. Com criança, todo cuidado é pouco. A fatalidade chama a atenção.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!