in

Necropsia traz revelações e aponta causa da morte de casal que foi encontrado sem vida em apartamento no RJ

Corpos de Nathalia e Matheus foram encontrados por amigos, que estranharam o desaparecimento do casal.

Metrópoles

Encontrados sem vida no interior de um apartamento localizado no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na noite da última terça-feira (22), o casal Nathalia Guzzardi Marques e Matheus Correia Viana, ambos de 30 anos, morreram asfixiados. A constatação foi obtida após realização de exames de necropsia.

Publicidade

Segundo a delegada Natacha Alves de Oliveira, titular da 14ª DP (Leblon), as vítimas foram encontrados caídos dentro um box de banheiro com “sinais de asfixia”. Diante disso, a Polícia Civil aponta a possibilidade de “acidente doméstico” como principal linha de apuração.

A delegada informou que as testemunhas que tiveram acesso ao apartamento já prestaram oitivas, e afirmaram que o chuveiro estava ligado no momento em que o casal foi encontrado, e o basculante estava fechado. 

Publicidade

O apartamento não apresentava sinais de arrombamento e os corpos não tinham sinais de violência. O que aumenta os indícios de que Matheus e Nathalia tenham morrido por conta da inalação do gás encanado, utilizado em condomínios para aquecer a água. 

Publicidade

Novos exames complementares já foram solicitados para atestar a presença da substância de monóxido de carbono no organismo das vítimas. A delegada Natacha classificou a ocorrência como “um trágico acidente”, tendo em vista que Matheus e Nathalia foram encontrados por amigos, que tinham a chave eletrônica da porta do apartamento. 

Publicidade

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) e reconhecidos por parentes.

No auge 

Segundo informações de familiares, o casal estava junto apenas há seis meses, e vivenciavam a melhor fase do relacionamento, traçando vários planejamentos para o futuro. Psicóloga, Nathalia deixou um filho de 8 anos.

Publicidade
Publicidade