in

Adolescente acorda passando mal e morre duas horas depois; família fica sem acreditar

Jackline tinha apenas 17 anos e morreu duas horas depois de chegar ao hospital de Maringá.

Arquivo pessoal Jackline

Jackline dos Santos Arruda, de 17 anos, foi diagnosticada com a Covid-19 em março. Ela teve apenas sintomas leves. No último dia 17 de junho, a adolescente acordou se sentindo mal, com falta de ar, e foi levada a um hospital de Maringá, norte do Paraná.

Publicidade

Jackline não tinha comorbidades e levava uma vida saudável. Ela gostava de jogar vôlei e também fazia natação. No hospital, a adolescente ficou por apenas duas horas. Em seguida, ela sofreu uma parada cardíaca e morreu. Os familiares ficaram abalados com a forma repentina como tudo aconteceu.

A adolescente de 17 anos passou por um teste que confirmou que ela estava com Covid-19. A família não sabia que ela tinha sido reinfectada pela doença que já matou mais de 500 mil brasileiros desde março do ano passado. A marca de meio milhão de mortes no país foi alcançada no sábado (19), dois dias depois da morte de Jackline.

Publicidade

A prefeitura de Maringá incluiu Jackline na lista de vítimas da doença causada pelo coronavírus na cidade. No total, o estado do Paraná já registrou 29.870 mortes por Covid. O número de casos ultrapassa a marca de 1,2 milhão. Em Maringá, são 1.247 mortes.

Publicidade

Jackline morreu de Covid-19

A morte da adolescente de 17 anos deixou a família abalada. Os familiares contaram no hospital que não sabiam que ela havia sido reinfectada com a doença causada pelo coronavírus. Não ficou claro se Jackline havia apresentado algum outro sintoma antes de passar mal na manhã do dia 17. Casos que evoluem para a falta de ar, normalmente, são sintomáticos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!