in

Pai diz que família está destruída após filho de 16 anos morrer de Covid: ‘Faltando um pedaço, doendo demais’

O pai falou o quanto o filho era uma pessoa alegre e querida pelos irmãos.

G1

No Brasil, a situação em relação à pandemia da Covid-19 continua complicada e, para piorar, segundo alguns especialistas, uma terceira onda da doença pode vir a acontecer. Recentemente, o país ultrapassou a triste marca de 500 mil mortes pelo vírus. Com tantas famílias em luto, um pai que perdeu o filho de apenas 16 anos para a Covid-19 comoveu com um triste desabafo.

Publicidade

“Está faltando um pedaço na gente, está doendo demais. Está difícil”, disse o pai do jovem Gabriel Pereira Ribeiro, ao falar sobre a perda precoce do filho para o coronavírus. O garoto é a fatalidade mais jovem da cidade de Cianorte, no Paraná.

A confirmação da infecção veio quando os familiares de Gabriel o levaram para fazer um exame particular após ele começar a tossir e sentir dor na garganta. Com o resultado positivo, o jovem recebeu o tratamento inicial, contudo, não demorou e precisou ser internado. Contudo, o quadro se agravou rapidamente e, dois dias depois, Gabriel faleceu.

Publicidade

Publicidade

Dirley Ribeiro, pai de Gabriel, afirmou durante entrevista que a sua família está destruída e que todos estão sofrendo muito com a perda tão precoce e inesperada do adolescente. Ele contou que o filho era uma pessoa muito alegre e querido por todos da família.

Publicidade

Gabriel era o terceiro de quatro filhos. Segundo os familiares, ninguém sabia que o adolescente tinha diabetes e a descoberta da comorbidade ocorreu justamente durante o tratamento contra o vírus da Covid-19.

Esse tipo de comorbidade faz parte das doenças que podem ter complicações em virtude do coronavírus. Assim como a família de Dirley, milhares de famílias tem chorado a perda dos seus entes queridos vítimas da pandemia do coronavírus.

Publicidade
Publicidade