in

Homem que matou ex-esposa juíza cruelmente na frente das filhas vai à júri popular; crime impactou o país

Paulo José Arronenzi surpreendeu a ex-esposa quando ela chegou na frente de sua residência com as três filhas.

UOL

Preso por matar a ex-esposa com golpes de facas na véspera de Natal do ano passado, o engenheiro Paulo José Arronenzi, de 52 anos, vai à júri popular pelo crime cometido friamente na frente das três filhas.

Publicidade

A decisão foi determinada nesta segunda-feira (21) pelo juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, titular da 3ª Vara Criminal da Capital, que acatou uma denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro. Segundo o juiz, todas as evidências apontam que o crime foi cometido com recurso que impossibilitou a defesa da vítima, a juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos. O crime foi classificado como feminicídio, e o julgamento pode ocorrer ainda neste ano.

O MPRJ aponta que o “crime foi cometido por meio cruel e por motivo torpe”, com o agravante de ter ocorrido na frente das três filhas do casal – duas gêmeas de 7 anos e outra menina de 10 anos. Ainda foi levado em conta o fato de Viviane ter sido atacada de surpresa enquanto estava descendo do carro para entregar as filhas na casa do criminoso.

Publicidade

Separação 

Paulo e Viviane foram casados por cerca de 11 anos. Em setembro de 2020, Viviane solicitou a separação, uma vez que o relacionamento estava conturbado, com um comportamento violento do companheiro. O engenheiro nunca aceitou a ideia do divórcio. Disposta a encerrar a relação a juíza foi morar na casa da mãe, e chegou a pedir uma medida restritiva para se proteger do ex-marido.

Publicidade

Contudo, com pouco tempo depois, ela acabou declinando da segurança que lhe era concedida, a pedido de uma das filhas, e acabou sendo atacada com golpes de faca pelo ex-marido, que chegou a receber ajuda financeira dela em várias oportunidades. Toda a cena do crime foi flagrada por câmeras de monitoramento, e as imagens impactaram o país.

Publicidade

No vídeo, o marido aparece aguardando a ex-companheira ansiosamente com uma mochila nas costas, onde portava facas, e quando ela chega com as crianças, ele a surpreende, com diversos golpes. Na sequência, Paulo José foi detido por populares que passavam pelo local.

Publicidade
Publicidade
Publicidade