in

Idosa de 82 anos faz tatuagem em homenagem a filha que morreu de Covid e emociona

A idosa perdeu a filha de 58 anos para o coronavírus em setembro de 2020.

Uol

Uma idosa de 82 anos, dona Lenimar Callado Joia teve uma atitude comovente diante da perda de sua filha para a Covid-19. Para tentar homenagear a herdeira do meio, a idosa quebrou paradigmas e fez uma tatuagem significativa, onde expressa todo o amor que sente pela filha e a saudade que está sentindo por sua perda.

Publicidade

Após perder sua filha, idosa decide fazer homenagem

A filha de dona Lenimar, que carregava o mesmo nome da mãe, foi internada há aproximadamente um ano. Ela sofria de problemas cardíacos e teve que passar por tratamento no hospital, infelizmente, ela contraiu o coronavírus quando estava na UTI e em setembro de 2020, alguns meses depois da internação, faleceu aos 58 anos. 

A perda de sua filha querida trouxe um vazio ao coração da idosa. Sua neta que é bacharel em direito e tatuadora, contou que desde a morte de sua tia, a avó sempre chorava ao falar sobre o assunto, que não estava se alimentando direito e carregava tristeza em seu olhar. 

Publicidade

A tatuagem contém o símbolo do infinito

No dia em que completou 1 ano da internação da filha de dona Lenimar, a idosa pediu para sua neta que fizesse um favor. Quando chegou ao estúdio, ela pediu que tatuasse seu braço com uma homenagem à falecida. Surpresa, a neta fez o símbolo do infinito, com o apelido da tia em um lado e dois corações unidos do outro lado. 

Publicidade

A ideia da tatuagem surgiu depois que dona Lenimar ficou internada com suspeita de Covid-19. “Depois da minha tatuagem, por incrível que pareça, eu revivi“, disse a idosa em tom de alegria.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.