in

CPI da Covid quer incluir Bolsonaro no rol de investigados

De acordo com o relator da CPI, Renan Calheiros, caso seja permitido eles irão sim investigar o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido)

Evaristo Sa/AFP

Nesta semana o grupo majoritário da CPI da Covid no Senado pretende avançar com decisões importantes, como, por exemplo, a discussão para saber se o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) será ou não incluído no rol de investigados. Vale lembrar que na semana passada a comissão já havia anunciado que no total 14 pessoas são investigadas na CPI. Nesta lista entra os nomes do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ainda do seu antecessor, o general Eduardo Pazuello.

Publicidade

De acordo com informações, um grupo de juristas já vêm estudando quais crimes podem ser imputados ao chefe do Executivo e ainda a outras autoridades por ações e omissões no combate à pandemia do coronavírus no Brasil.

Contudo, vale ressaltar que a possibilidade de começar uma investigação contra Bolsonaro também passa por um debate jurídico. Isso porque ainda é discutido se a comissão tem o poder de investigar o chefe do Executivo.

Publicidade

O assunto de integrar ou não Bolsonaro no rol de investigados deve ser discutido ainda nesta segunda-feira, 21, em uma reunião do G7- grupo da CPI composto por sete senadores independentes e de oposição.

Publicidade

Vale ressaltar ainda que, na semana passada, ao divulgar a lista com os 14 investigados da CPI da Covid, o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), já havia ressaltado a sua intenção de colocar o presidente da República nesta mesma lista. Mesmo assim, na ocasião ele ressaltou que a competência da CPI para isso ainda estava sendo analisada.

Publicidade

Renan Calheiros afirmou que se puderem investigar Bolsonaro, isso caso a competência os permita, eles vão investigar sim.

Após as informações, a Presidência chegou a ser procurada, contudo, até o momento deste publicado ainda não havia retornado contato.

Publicidade
Publicidade