in

Anvisa autoriza estudo sobre dose de reforço da Pfizer

Estudo terá 885 participantes a partir dos 16 anos de idade.

Reuters/Carlos Osorio/Direitos Reservados (Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira (18) o estudo clínico para testar uma possível dose de reforço da vacina Cominaryt, da Pfizer.

Publicidade

Será um estudo clínico para que o laboratório possa avaliar a segurança, a capacidade de dar uma resposta imune e a eficácia de várias estratégias de reforço da vacina em diferentes populações de participantes, como por exemplo, grupos etários, que receberam previamente 2 doses da vacina no estudo inicial.

O estudo pretende recrutar 443 participantes no centro clínico do Hospital Santo Antônio da Associação Obras Sociais Irmã Dulce, em Salvador (BA) e 442 participantes no CEPIC – Centro Paulista de Investigação Clínica e Serviços Médicos, em São Paulo (SP).

Publicidade

Serão incluídos participantes a partir dos 16 anos de idade que tomaram as duas doses da vacina da Pfizer (BNT162b2) há pelo menos 6 meses, no estudo inicial do imunizante.

Publicidade

Edição: Aline Leal. Por Agência Brasil – Brasília.

Publicidade

DF começa a vacinar pessoas de 49 anos contra a covid-19

É preciso fazer agendamento, que está aberto para até 59 anos. Publicado em 18/06/2021 – 18:06 Por Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil – Brasília. Edição: Bruna Saniele.

O Distrito Federal começará a vacinar pessoas com 49 anos amanhã (19). Será preciso fazer agendamento, que está aberto para a faixa de até 59 anos. Foram reservadas 32 mil doses para o grupo das faixas etárias.

As pessoas deste grupo poderão agendar a aplicação em seis pontos: Torre de TV, Parque da Cidade, no estacionamento 12, Faculdade Uniplan, em Águas Claras, Taguaparque e Sesc de Ceilândia.

A abertura da marcação para a idade de 49 anos foi definida após a chegada de doses da vacina da Pfizer e com a expectativa de recebimento de remessas da CoronaVac.

O agendamento também está disponível para pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais. Para esse segmento foram destinadas quatro mil doses. O GDF ainda imuniza integrantes de forças de segurança, para os quais foram alocadas 2,6 mil doses.

Os segmentos de vigilantes e bancários serão incluídos nos grupos prioritários. O GDF informou que aguarda a listagem dos profissionais dessas duas categorias para começar a organizar a imunização.

De acordo com o governo do DF, até o momento 849.476 pessoas receberam a primeira dose e 328.391 a segunda.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Agência Brasil

Agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.