in

Serial killer do DF conta com força sobrenatural para fugir da polícia? Caso intriga

Lázaro Barbosa, homem que comete crimes em série, continua sendo caçado pela polícia.

Reprodução Jornal de Brasília

Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de praticar crimes em série no Distrito Federal e Goiás continua sendo procurado pela polícia. O homem é suspeito de ter matado quatro pessoas da mesma família e tem sido chamado de serial killer. O caso chama a atenção de todo o Brasil.

Publicidade

A caçada por Lázaro começou no dia 9, após ele matar três pessoas da mesma família – pai e dois filhos – e fugir levando uma mulher. O corpo dela foi encontrado no dia 12, com marcas de violências. Lázaro seria satanista e teria matado a mulher em um ritual.

Nesta quarta, a polícia vai para o oitavo dia em busca do criminoso. Ontem, ele fez uma adolescente de 16 anos refém na cidade de Edilândia, em Goiás. Outras três pessoas foram feitas reféns. Essas pessoas foram colocadas embaixo da vegetação, impedindo que a polícia as visse.

Publicidade

Publicidade

O serial killer também baleou um policial durante troca de tiros. Mais de 200 policiais participam das buscas. “Está sendo muito complicado. Hoje, sete dias atrás dele. Ao mesmo tempo que fala que ele está em um lugar, ele já se desloca para outro”, disse Alcimara Gonçavez, moradora da região, em entrevista ao DF1, da TV Globo.

Publicidade

Nas redes sociais, até mesmo supostas questões sobrenaturais estão sendo comentadas devido à forma como Lázaro Barbosa tem se escondido da polícia.  “Um serial killer que faz reza para se esconder era tudo que a gente não precisava nesse momento”, escreveu uma pessoa no Twitter. As buscas por Lázaro continuam nesta quarta-feira. Ontem, pelo menos três pessoas viram o suspeito.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!