in

Serial Killer do DF sacrificou vítima em ritual satânico; orelha e mecha de cabelo foram encontradas

Lázaro vem cometendo crimes bárbaros ao longo da última semana e mobiliza grande aporte de policiais em sua caçada.

Metrópoles

Autor de uma chacina contra uma família na última semana no Incra 9, no Distrito Federal, o criminoso Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, segue sendo procurado pela Polícia Civil da capital federal. As autoridades estão tentando apurar as motivações macabras que envolvem a morte de Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos.

Publicidade

Após tirar a vida do marido e dois filhos da vítima, Lázaro teria sacrificado Cleonice em um ritual satânico. Investigando o caso a fundo, as autoridades encontraram mechas de cabelo cortadas e uma orelha decepada, que integravam parte do ritual feito pelo psicopata às margens de um córrego.

Em uma força-tarefa realizada para prender o criminoso, a polícia encontrou próximo a um riacho, diversos objetos que foram usados em uma cerimônia satânica. Lázaro distribuiu os mesmos itens em dois acampamentos montados por ele durante uma semana de fuga. Mais de 200 policiais trabalham na busca do criminoso.

Publicidade

Apreensão

Na residência onde a mãe do criminoso morava, situada na zona rural intitulada de Girassol, os policiais encontraram altares e tigelas de barro com dinheiro e cachaça. No local também havia pentagrama desenhados no solo e uma cruz invertida. Em outros dois lugares que Lázaro se escondeu, as autoridades encontraram o mesmo tipo de cenário.

Publicidade

De acordo com informações da Polícia Militar de Goiás, o psicopata afirma estar tomado por um espírito, e está disposto a fazer o máximo de vítimas possível. Também há evidências que o criminoso integre uma seita. Procurando sobre o passado dele, a polícia já constatou que rituais satânicos fazem parte da vida de Lázaro desde quando ele era criança.

Publicidade

Publicidade