in

Autor de chacina no DF espalhou armadilhas em casa que se escondia; vídeo é revelado

Criminoso ainda trocou tiros com funcionário de uma outra chácara após pedir comida.

G1 - Divulgação

Autor de uma chacina que vitimou uma família inteira no Incra 9, no Distrito Federal, Lázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, continua foragido da Justiça e sendo procurado por uma força-tarefa que conta com mais de 200 policiais envolvidos. Nesta terça-feira (15), o portal Metrópoles trouxe detalhes do local onde o suspeito estava escondido.

Publicidade

Lázaro teria invadido uma propriedade na região conhecida como Areia dos Cardoso, em Cocalzinho, e instalou diversas armadilhas pelos cômodos da casa, impedindo que o local fosse visitado por qualquer outra pessoa. 

Ao chegar no local, o dono da chácara percebeu que a porta da casa havia sido forçada, e só entrou após certificar que não tinha ninguém na propriedade. Nas imagens veiculadas pelo Metrópoles nota-se que Lázaro utilizou móveis e até mesmo utensílios de cozinha para cercar portas e janelas. 

Publicidade

Uma das camas da casa estava desarrumada, indicando que Lázaro teria deitado para descansar no local. Os proprietários informaram que alguns objetos foram roubados pelo autor da chacina, o que leva a crer que ele já estava projetando se esconder na mata. 

Publicidade

Confronto

Na última segunda-feira (14), Lázaro trocou tiros com um caseiro na região de Cocalzinho. O criminoso teria sido surpreendido com disparos do funcionário da propriedade que ele tentou invadir. O homem teria disparado quase 10 tiros contra o suspeito, que conseguiu se evadir do local. Até o fechamento desta matéria, não havia informações acerca de feridos.

Publicidade

Segundo o Metrópoles, Lázaro teria pedido comida para o caseiro, e diante da negativa do homem, realizou disparos e teve o revide do funcionário. Lázaro é suspeito de quatro pessoas de uma mesma família no último dia 9, em Ceilândia. 

Publicidade
Publicidade