in

Moradores acionam os bombeiros e evacuam dois prédios às pressas após ouvirem estalos e notarem rachaduras

O caso relembrou o incidente que tirou a vida de pai e filha, ocorrido no início do mês, em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro.

Metrópoles

Dois prédios localizados na Muzema, zona oeste do Rio de Janeiro, tiveram seus apartamentos desocupados às pressas na madrugada desta segunda-feira (14), após moradores ouvirem estalos e perceberem rachaduras nas estruturas das construções.

Publicidade

Segundo informações divulgadas pela TV Globo, as edificações possuem cinco andares e seis apartamentos em cada, e se localizam na Estrada de Jacarepaguá. Após o susto relativo aos dois prédios, outros imóveis localizados no entorno também foram evacuados por questão de segurança.

De acordo com relatos dos moradores do local, os barulhos foram ouvidos por volta das 2h da madrugada. Além disso, os residentes contam ainda que um dos prédios, aparentemente, está torto, pendendo para um lado, assustando a todos por conta da possibilidade de desabamento. Devido a isso, o Corpo de Bombeiros foi acionado.

Publicidade

De acordo com o noticiado, uma das moradoras relatou ter sido acordada por conta de gritos de seus vizinhos e, então, saiu do prédio com o filho de 7 anos de idade o mais rápido possível.

Publicidade

Desabamento culminou em morte

Anteriormente, ainda no começo deste mês de junho, um prédio localizado na comunidade de Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro, desabou. O incidente culminou na morte de um pai e sua filha, de apenas dois anos de idade. A mãe da criança segue internada em estado grave.

Publicidade

A construção, que foi ao chão no dia 3 deste mês, era irregular. Eduardo Paes, prefeito da cidade, afirmou que o local é região de atuação de milícias que exploram o mercado imobiliário e expõem os moradores a esse tipo de risco.

Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.