in

Jovem de 20 anos morre após explosão em baile funk no Rio de Janeiro; ela teve 80% do corpo atingido

Mulher ficou cinco dias internada em uma unidade hospitalar, mas teve morte confirmada no sábado (5).

G1 - Montagem

Uma jovem de 20 anos morreu após ser atingida por uma explosão durante a realização de um baile funk na comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O caso foi registrado na última segunda-feira (31). Identificada como Carolina Gonçalves Oliveira, a vítima ficou internada por cinco dias, mas não resistiu aos ferimentos.

Publicidade

Com 80% do corpo atingido pelas chamas, Carolina foi socorrida e conduzida para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz. Em estado gravíssimo, ela acabou não suportando, e teve morte confirmada no último sábado (5). 

Segundo informações repassadas por testemunhas, uma caixa que continha frascos de lança-perfume – entorpecente de risco inflamável – pegou fogo e acabou explodindo. A vítima estava próxima e foi a principal pessoa atingida pelo acidente. 

Publicidade

Em imagens que viralizaram nas redes sociais, é possível ver o baile funk lotado e um foco de chama de fogo na mesa onde os lança-perfumes estavam alocados (veja o vídeo abaixo).

Publicidade

Investigação 

Publicidade

Em primeiro momento, o caso foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz), uma vez que a jovem havia sido internada no Hospital Pedro II, contudo, a delegada responsável pelo caso disse que o inquérito será repassado para a 11ª DP, situada na Rocinha. 

O sepultamento de Carolina se deu neste último domingo (6), no Cemitério do Caju, em cerimônia marcada por comoção de amigos e familiares. 

A quantidade de baile funks e festas clandestinas em tempos de pandemia tem sido alta nos últimos meses, obrigando uma ação ostensiva da fiscalização e policiamento. Na maioria dos casos, pessoas são vistas aglomerando, descumprindo todos os protocolos sanitários estabelecidos para conter a disseminação do coronavírus. 

Publicidade