in

Idosa convida a todos para o próprio velório: ‘amigos e inimigos também’

A idosa sabia da gravidade de sua doença e deixou um áudio gravado com o convite.

Defato

Os velórios são locais onde as pessoas tem a oportunidade de dar o último adeus para alguém querido. Geralmente, esse momento é marcado por forte comoção dos familiares e amigos, mas, uma idosa chamada Maria de Fátima Martins Dutra, 67, queria que seu velório fosse um momento descontraído e para isso deixou uma mensagem de voz gravada, onde convidava todo mundo para esse momento.

Publicidade

A mulher tinha 67 anos

Mais conhecida como Maria de Telico, dona Fátima lutava contra um câncer há mais de 15 anos. Sabendo da gravidade de sua doença, ela fez alguns pedidos aos seus familiares, entre os pedidos ela solicitou que sua voz fosse passada em um carro de som pelas ruas para convidar a todos para o velório.

Na pequena cidade de Nova Era, esse ainda é um costume muito comum. Como no local, a maioria dos moradores se conhece, a notícia da morte de alguém é compartilhada através de um carro de som que passa pelas ruas. O radialista que grava o obituário disse que em 20 anos de trabalho, essa é a primeira vez que o defunto participa do áudio de convite para o próprio velório.

Publicidade

Os últimos pedidos de dona Maria de Telico

Outro pedido de dona Maria foi que em sua despedida fossem servidos vinho chileno e salgadinhos aos presentes, infelizmente, por conta da Covid-19, esse pedido não pôde ser atendido. A idosa era muito querida na cidade, pois gerenciava junto ao marido uma mercearia que abastecia as casas da região e cidades vizinhas.

Publicidade

Quando as pessoas começaram a ouvir o áudio ficaram surpresas. “Eu, Maria de Fátima, Maria de Telico, convido para o meu sepultamento parentes, amigos e inimigos também. Agradeço, muito obrigada.”, disse a mulher no áudio. Algumas pessoas acharam a ideia de dona Maria inovadora, outros acharam desnecessário.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.