in

Jovem que matou colega a facadas em shopping se cala durante depoimento; mãe nega problemas psiquiátricos

O crime bárbaro ocorreu na última quarta-feira (2), em um shopping em Niterói, Rio de Janeiro.

UOL | Divulgação

Mais um crime brutal contra mulheres foi registrado na cidade de Niterói, Rio de Janeiro, na última quarta-feira (2). O jovem Matheus dos Santos da Silva, de 21 anos, atacou a facadas a colega de curso, Vitórya Melissa Mota, de 22 anos, que não resistiu aos ferimentos e veio à óbito. A jovem se alimentava tranquilamente no Shopping Plaza quando foi surpreendida por Matheus.

Publicidade

De acordo com o site UOL, testemunhas afirmam que o jovem nutria sentimentos amorosos pela colega de curso. Câmeras de segurança do local registraram o momento exato em que Vitórya é atacada a facadas por Matheus. A jovem ainda tenta se defender, mas cai no chão logo em seguida.

Com Vitórya no chão, Matheus continua desferindo facadas contra ela. Clientes do shopping correm desesperados ao perceberem a situação. O responsável pelo ataque foi preso e transferido para o Presídio José Frederico Marques, em Benfica, na última quinta-feira (3). Na delegacia, Matheus se manteve em silêncio.

Publicidade

Ainda de acordo com o site UOL, durante os poucos momentos de comunicação, o jovem falava muito baixo e escondia o rosto com os cabelos. A mãe de Matheus esteve no local, mas não comentou o crime. “Mesmo com vergonha por toda a situação, ela não quis falar muita coisa sobre o filho”, contou uma fonte do site UOL.

Publicidade

A mulher disse à polícia que o filho não possuía problemas psiquiátricos e que nunca havia sido diagnosticado com qualquer doença. Segundo uma colega de Vitórya, a jovem teria comentado sobre as investidas de Matheus e revelou que deixou bem claro ao rapaz que a relação não passaria de uma amizade. A colega acredita que o jovem cometeu o crime movido por um sentimento de rejeição.

Publicidade

Publicidade