in

Fotográfo que perdeu a visão em protesto em SP espera há 20 anos por indenização: ‘não assume a culpa’

Alex Silveira perdeu a visão do olho direito enquanto cobria uma manifestação de professores em 2000.

Caio Guatelli

No sábado, 22, cenas de violência policial marcaram as manifestações contra o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) no Centro do Recife. Contudo, esse tipo de violência já acontece há anos, e a prova disso é a história do fotógrafo Alex Silveira.

Publicidade

O fotógrafo acabou sendo vítima da mesma arma, supostamente não letal – espingardas semiautomáticas calibre 12, responsáveis por disparar balas de borracha ou balim – por isso, perdeu a visão do seu olho esquerdo enquanto cobria uma manifestação de professores na capital paulista em maio de 2000.

Alex conta que, “por razões óbvias”, ficou muito triste ao ver o que aconteceu no último final de semana. Além disso, o fotógrafo ainda ressaltou que notícias do tipo sempre chegam a seu conhecimento.

Publicidade

Após o acidente, há 20 anos Alex enfrenta uma briga judicial para conseguir ser indenizado pelo governo de São Paulo.

Publicidade

Ao comentar sobre o ocorrido, Silveira ressalta ser algo que está acontecendo há mais de duas décadas e que o Estado “não assume a culpa”. O profissional chega, inclusive, a questionar se precisou que mais duas pessoas fossem atingidas no rosto para que se veja que está tudo errado.

Publicidade

Imagens de dois homens com os rostos ensanguentados em Pernambuco representam o resultado das manifestações contra o governo federal, contudo, mais do que isso essas imagens ainda mostram a espiral do comportamento das forças de segurança do País e a forma como a Justiça brasileira trata as vítimas de violência promovida pelo estado.

No ano de 2014, a Justiça de São Paulo alterou a sentença que havia sido dada anteriormente no caso de Silveira, que condenada o Estado a pagar ao fotógrafo uma indenização de 100 salários mínimos. Com a alteração da sentença, a Justiça considerou que Alex foi o culpado pelo ferimento em seu olho.

Publicidade