in

Bombeiros encontram criança de 3 anos em prédio que desabou no RJ; morte foi confirmada

Menina foi retirada dos escombros, mas já estava sem vida, após desabamento de prédio.

Bombeiros RJ

Um prédio de quatro andares desabafou na zona oeste do Rio de Janeiro. O caso aconteceu durante a madrugada em Rio das Pedras. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, 60 militares foram acionados e trabalham no resgate às vítimas.

Publicidade

Na última atualização, às 10h20, quatro pessoas haviam sido retiradas com vida dos escombros, após cerca de seis horas embaixo de terra e entulho. Uma pessoa ainda era procurada naquele momento e o episódio ainda mais triste era o de uma criança encontrada morta.

A informação foi confirmada pelo coronel Leandro Monteiro. O bombeiro deu detalhes do resgate. “Ainda há pouco retiramos uma criança, não se sabe a idade, de aproximadamente entre 2 e 3 anos, uma criança feminina, sem vida”, disse o profissional que trabalha no socorro às vítimas.

Publicidade

O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e os bombeiros procuravam a outra pessoa que estaria embaixo dos escombros. Segundo os bombeiros, a vítima seria um homem de aproximadamente 30 anos. Há grande comoção no local.

Publicidade

Publicidade

O que se sabe sobre o desabamento do prédio

O prédio de quatro andares começou a estalar por volta das 2h. Às 3h20, houve o desabamento. A Defesa Civil avalia danos em imóveis vizinhos ao local do prédio que desabou. As quatro vítimas socorridas ficaram cerca de 6 horas sob os escombros. A busca agora é pela sexta vítima que estaria embaixo dos entulhos. Este não é o primeiro caso de desabamento em construções supostamente irregulares no Rio de Janeiro. Em bairros dominados pela milícia, o fato é comum.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!