in

Manuela D’ Ávila diz que a filha de 5 anos recebeu ameaças de estupro: ‘Gente inescrupulosa’

Vice-presidente na chapa de Fernando Haddad (PT) em 2018, Manuela denunciou ameaças contra ela e a filha de apenas 5 anos.

Reprodução/Facebook

Manuela D’ Ávila (PCdoB), que foi candidata a vice-presidente na chapa de Fernando Haddad (PT) durante as eleições de 2018, usou sua rede social para denunciar que a sua filha, Laura, de 5 anos, está sendo vítima de ameaças de estupro. Além disso, Manuela ainda denuncia que ela também foi ameaçada de morte, isso após o pai de um aluno da escola de Laura tirar uma foto da menina e vazar em grupos do WhatsApp.

Publicidade

A política contou que durante um debate ela chegou a ser questionada se não sente vontade de desistir e, sem rodopiar, ela disse que sim, “todos os dias”. D’ Ávila diz que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a violência política está ficando cada vez mais intensa.

Manuela contou que o último mês acabou sendo muito agressivo e chegou a impactá-la muitíssimo. Neste momento, a política relatou sobre a foto tirada de sua filha e que foi usada em grupos do WhatsApp para atacá-las.

Publicidade

Após a divulgação da imagem da menina, Manuela conta ter chegado ameaças de estupro para Laura e ainda uma nova ameaça de morte para ela. “A polícia já acompanha o caso”, desabafou a política, ressaltando que isso não diminui a tristeza, o medo e a culpa por ela ver as pessoas que mais ama sendo submetidas a “gente inescrupulosa”.

Publicidade

Manuela ainda diz que já são anos vivendo desta forma. Segundo ela, não há nem tempo dela toma ar de uma agressão e logo vem a próxima.

Publicidade

Além disso, a política ainda atacou o presidente Bolsonaro (sem partido) dizendo que quando ela respira se lembra que há um mundo para mudar, e que temos um “genocida no governo”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade