in

Empresário recebe Polícia Federal com tiros ao ser preso por supostos desvios de recursos da Saúde

Situação aconteceu durante cumprimento de mandados contra empresário Nilton Costa.

Nilton Lins Junior / Facebook

Uma cena de tiro foi vista durante o cumprimento de mandados de prisão contra o empresário Nilton Costa Lins Júnior, que é alvo da Operação Sangria, em sua quarta fase. A investigação apura se ele teria contribuído para desviar recursos da Saúde do Amazonas, destinados originalmente para o combate à pandemia de Covid-19. Também estão sendo investigados o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e o secretário de Saúde do estado, Marcellus Campêlo.

Publicidade

De acordo com o canal GloboNews, Nilton Costa Lins Júnior recebeu a Polícia Federal a tiros e acabou se tornando um dos assuntos mais falados do dia. Não foi confirmado se o empresário deu disparos para cima, a fim de assustar os agentes da PF ou a intenção era acertá-los, direcionando a arma para os policiais.

Empresário recebe PF a tiros ao ser preso por suposta corrupção na pandemia

Segundo a GloboNews, caso seja comprovado que a intenção era acertar os agentes da Polícia Federal, o empresário também deverá responder por tentativa de homicídio. Quatro armas foram apreendidas na residência de Nilton Costa.

Publicidade

Ninguém ficou ferido na ocasião, mas uma pequena confusão aconteceu por conta do som dos tiros. A defesa do empresário se manifestou, dizendo que não ele foi impedido de acompanhar a operação e os tiros aconteceram, disparados pelo empresário.

Publicidade

Durante a abertura da sessão desta quarta-feira, 2/6, no Superior Tribunal de Justiça, a situação foi relata pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo. A autoridade classificou o ato como uma “situação constrangedora e perigosa”. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.