in

Polícia descobre ‘mina’ de bitcoin onde acreditava ocorrer cultivo de maconha: ‘Não é o que esperávamos’

O alto consumo de energia elétrica e os cabos expostos levantaram suspeitas de que no local ocorria o plantio da cannabis.

G1

Sinais de um possível plantação de maconha levaram a polícia britânica até uma propriedade em Birmingham. O alto consumo de energia elétrica e a presença de inúmeros cabos e dutos de ventilação levantaram suspeitas de que o cultivo da cannabis estivesse ocorrendo no local, no entanto, ao chegar na propriedade, a polícia se deparou com um complexo esquema de mineração de bitcoins.

Publicidade

A mina foi descoberta em West Midlands, noroeste de Mirmingham, a segunda maior cidade do Reino Unido. No local, a polícia descobriu que os equipamentos estariam ligados à rede nacional de energia elétrica para manter seu funcionamento, ou seja, os donos da mina roubavam eletricidade para a atividade.

“Certamente não é o que esperávamos”, afirmou Jennifer Griffin, sargento da polícia britânica. Segundo a policial, todas as características davam indícios de que uma plantação de maconha estaria em curso no local. Ela ainda acrescentou que esta é a segunda mina de criptomoedas encontrada em West Midlands.

Publicidade

Segundo nota da polícia local, as suspeitas foram levantadas por conta do grande número de pessoas que frequentavam o local e dos inúmeros cabos e aberturas vistas na propriedade. Além disso, um drone pertencente à polícia identificou uma fonte de calor considerável no local.

Publicidade

A sargento Griffin explica que a mineração de bitcoins e outras criptomoedas em si não é ilegal, todavia, o roubo de energia elétrica é crime. Ninguém foi preso, pois no momento em que a polícia chegou a propriedade estava vazia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.