in

Pai registra as duas filhas com mesmo nome e mãe desabafa sobre confusão: ‘10 dias sem dormir’

O homem acabou se confundindo na hora de fazer o registro da filha caçula no cartório.

G1

O homem acabou escolhendo o mesmo nome da filha mais velha para a caçula. A primogênita de três anos se chama Nina Christo Biachetti, e a mais nova de 12 dias de vida também recebeu o mesmo nome, que é Nina Christo Bianchetti. A verdade é que o nome escolhido para a filha caçula foi Mia, mas, na hora de registrar, o pai se confundiu, e a pequena teve o mesmo nome da irmã por algumas horas.

Publicidade

O fato aconteceu na cidade de Nova Lima, que fica localizada na região metropolitana da capital mineira, Belo Horizonte. Nesta última quinta-feira, 27 de maio, quando esteve no cartório para fazer o registro da filha caçula, Armando Bianchetti levou a declaração de nascido vivo, documento que é fornecido pelo hospital, contendo todos os dados do bebê. Porém, ele cometeu um erro na hora de fazer o preenchimento do formulário.

“Em vez de escrever ‘Mia Christo Bianchetti’, escrevi ‘Nina Christo Bianchetti’. Aí quando a moça veio com a certidão, disse, ‘confere pra mim direitinho, ‘Nina Christo Bianchetti’. Aí eu, ‘Não! É Mia! ‘Eu escrevi Nina’?”, explicou o pai das meninas.

Publicidade

Mãe revela motivo da confusão

Segundo a mãe, Carol Christo, o cansaço foi o grande culpado da confusão do marido. “A gente estava há 10 dias sem dormir, por causa da recém-nascida e da Nina, que ficou doente. Foi o cansaço”, desabafou. O casal acabou vivendo alguns momentos de tensão até conseguir resolver a questão do registro.

Publicidade

Carol disse que o marido ligou, contando sobre a confusão que fez na hora de registrar a menina. Ela disse que chegou a pesquisar o que fazer para poder resolver o problema, mas, por sorte, os funcionários do cartório cooperaram e foi possível reverter a situação. A caçula recebeu o nome de Mia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade