in

Mulher que assinou termo de recusa da vacina morre de Covid-19

De acordo com a prefeitura da cidade, a mulher de 77 anos, que não teve o nome revelado, morreu da doença no domingo, 23.

Reprodução/Divulgação

No domingo, 23, uma mulher de 77 anos que havia assinado um termo de recusa da vacina contra a Covid-19 morreu devido a complicações da doença em Esperança do Sul, no Rio Grande do Sul. As informações foram divulgadas pelo Folha.

Publicidade

O caso foi divulgado em primeira mão através do Facebook oficial da prefeitura da cidade. Na publicação, a prefeitura esclarece que a mulher, que não teve a identidade revelada, decidiu por não se vacinar contra a doença, isso diante da assinatura de um termo de recusa- medida que vem sendo sugerida pela Coordenadoria Regional de Saúde.

Além disso, ainda na publicação no Facebook, a prefeitura ainda faz questão de ressaltar que o imunizante não protege a pessoa 100% de contrair covid-19, contudo, previne que a doença evolua para casos mais graves, onde podem exigir internações e até levar o paciente ao óbito.

Publicidade

E não foi só isso. Aproveitando o caso, a prefeitura ainda anexou uma imagem do termo de recusa, para que assim, as pessoas que não desejem tomar o imunizante, preencham o mesmo com o seu nome, número do CPF e assinatura. No documento está escrito os dizeres “me recuso a receber a dose da vacina COVID 19 recomendada pelo Ministério da Saúde”. E mais, o documento ainda deixa claro que a pessoa que o preencher será responsável por “quaisquer eventos” que possam ocorrer em decorrência de sua decisão.

Publicidade

Com um total de 2885 habitantes, de acordo com a Folha, a prefeitura informou que menos de 50 pessoas assinaram esse termo de recusa de vacina contra Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade