in

Mãe faz alerta após perder filha de 5 meses: ‘Não acreditava que a Covid poderia acometer as crianças’

A menina ficou internada em estado grave na UTI, e não resistiu às complicações do vírus.

G1

Uma bebê de apenas cinco meses morreu vítima da Covid-19. A pequena Sarah precisou ser intubada por causa do vírus, pois estava com 80% dos pulmões comprometidos. A pequena faleceu um dia antes de completar seis meses. A menina estava internada na UTI de uma unidade particular no litoral paulista, desde o dia 15 de maio.

Publicidade

A pequena Sarah foi hospitalizada no dia 10 de maio. A mãe da criança, Sameque Vitória Gois, de 22 anos, e a bebê, haviam testado positivo para a Covid-19 na mesma data. Nesta sexta-feira, 28 de maio, ela falou sobre a perda da filha que morreu nesta última quinta-feira (27), após sofrer uma parada cardíaca.

O sepultamento da menina ocorreu na manhã desta sexta-feira (28). Desde o dia em que foi internada no hospital, a bebezinha teve necessidade de doações de sangue por causa de uma anemia profunda. Os familiares se reuniram para pedir a contribuição de amigos e desconhecidos na internet. Segundo informação da mãe, a pequena havia apresentado uma melhora em seu estado clínico na última semana.

Publicidade

Sarah precisou fazer uma cirurgia de emergência para poder drenar o ar que estava vazando dos pulmões para dentro do tórax. A complicação é chamada de pneumotórax, que acontece quando o pulmão contrai fazendo com que deixe de exercer a função corretamente.

Publicidade

Mãe alerta e faz apelo

“Eu acho muito importante as pessoas saberem, porque eu mesma não acreditava que [a Covid-19] poderia acometer as crianças, como acometeu a minha filha. Então, se vocês têm condições de ficar em casa, fiquem, porque nada se compara à dor de perder um filho para essa doença”, desabafou a mulher.

Publicidade

Sameque frisou que as pessoas precisam entender a importância de se cuidar para evitar ser contaminado com o vírus. Ela contou que durante as saídas para pode ver a filha acabava se deparando com bares cheios e praias lotadas.

Publicidade