in

Incêndio atinge ala de Covid-19 em hospital de Aracaju e desespero toma conta; há feridos

Pacientes estão sendo transferidos para outras unidades hospitalares do estado

G1 - Montagem

Um incêndio de grandes proporções levou um cenário de pânico e correria nesta manhã de sexta-feira (28), no Hospital Municipal Zona Norte Doutor Nestor Piva, em Aracaju. O foco das chamas se iniciou por volta das 6h30, e impactou na evacuação completa da ala que trata pacientes com Covid-19. Cerca de 50 pessoas foram transferidas, segundo o G1.

Publicidade

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o incêndio já foi controlado, mas existem pessoas feridas. O quantitativo e a gravidade dos pacientes, no entanto, não foi revelado.

Para controlar o cenário de remoção dos pacientes, equipes médicas montaram uma força-tarefa do lado de fora da unidade hospitalar. Além de atender as pessoas internadas, os socorristas prestavam apoio aos funcionários e acompanhantes, que inalaram grande quantidade de fumaça, e alguns passaram mal. 

Publicidade

A suspeita inicial é de que as chamas tenham sido provocadas por falha no sistema de ar-condicionado do setor que atende pacientes infectados com o coronavírus. 

Publicidade

“Esse incêndio pode ser considerado de grandes proporções devido às consequências. O problema maior foi a quantidade de fumaça acumulada na área Covid e a retirada das vítimas, que estavam acamadas, e a organização da cena para a remoção até outras unidades hospitalares”, afirmou Breno Queiroz, capitão do Corpo de Bombeiros. 

Publicidade

Controle das chamas

Cerca de 20 profissionais do Corpo de Bombeiros participaram da operação para conter as chamas no interior da unidade. Além deles, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Defesa Civil e Polícia Rodoviária Federal estiveram no local da ocorrência prestando atendimento. 

Os pacientes que estavam internados estão sendo levados para unidades hospitalares do Sergipe que atendem pacientes com urgência.

Publicidade
Publicidade
Publicidade