in

Mais uma vítima de Brumadinho é encontrada

O funcionário Renato Eustáquio era soldador e fazia treinamento no momento do tragédia

REPRODUÇÃO/DW

Na tragédia de Brumadinho, 270 pessoas foram mortas e 10 pessoas ainda não foram encontradas. Nesta quinta-feira (27), foi identificado mais um corpo da tragédia. A última identificação de um corpo tinha ocorrido há 1 ano e 5 meses.

Publicidade

Sobre a identificação do corpo

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, divulgou nesta quarta-feira(27) em suas redes sociais que foi identificado mais um corpo do rompimento da Barragem de Brumadinho. Trata-se do funcionário da Vale, Renato Eustáquio de Sousa, o qual trabalhava como soldador e estava realizando treinamento quando ocorreu a tragédia.

Renato possuía 31 anos na época do acidente e já estava a 9 anos trabalhando na empresa. Sua identificação foi feita através de um fragmento do fêmur, seu corpo foi encontrado no dia 14 de janeiro de 2021.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, ao ser localizado, o corpo foi encaminhado ao IML, na cidade de Belo Horizonte. Em 28 de janeiro, o corpo foi enviado à Criminalística para identificação por DNA e sendo divulgado apenas nesta quinta.

Publicidade

Sobre a tragédia de Brumadinho

A Vale é uma empresa do ramo de mineração e umas das maiores do mundo na sua área. A barragem de Brumadinho cedeu em 24 de janeiro de 2019 matando um total de 270 pessoas sendo que 10 pessoas ainda não foram encontradas.

Publicidade

A tragédia é considerada o maior acidente de trabalho já ocorrido no Brasil em perda de vidas e o segundo maior desastre industrial do século XXI. Até o momento, um total de 260 mortos foram identificados e outras 10 pessoas ainda estão desaparecidas nos dejetos liberadas pelo rompimento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade