in

Vídeo mostra salto de base jump de atleta morto no RJ; ele se chocou contra um prédio e caiu na autoestrada

Eduardo Carvalho tinha 36 anos e faleceu no último sábado (22), enquanto praticava a modalidade.

Revista Época | Montagem Ingrid Machado

Uma fatalidade tirou a vida do atleta Eduardo Carvalho aos 36 anos no último sábado (22). Ele e a esposa, residentes em Santa Catarina, viajaram ao Rio de Janeiro para passar alguns dias praticando esportes, incluindo trilhas e saltos. Na manhã do último sábado (22), o casal subiu a Pedra da Gávea para que Eduardo saltasse de base jump, uma modalidade de paraquedismo.

Publicidade

De acordo com a Revista Época, após analisar as condições locais, o atleta decidiu saltar. Porém, devido às rajadas de vento inesperadas após o salto, Eduardo perdeu o controle do equipamento e se chocou contra um prédio, caindo em uma autoestrada em seguida.

O corpo foi encontrado minutos depois já sem vida. Franciele dos Santos, esposa do atleta, assistiu e filmou o salto. A mulher relatou que percebeu que havia algo estranho pela velocidade da descida, já que sempre acompanhou os saltos do marido. Franciele viu o momento em que carros começaram a parar na autoestrada e rezou para que nada de grave tivesse acontecido.

Publicidade

O outro menino conseguiu puxar para a esquerda e sair. O paraquedas chegava a subir com o vento por estar muito forte. O velame meio que chegou a fechar. Quando ele se aproximou tentando fazer a manobra, a gente não estava entendendo”, relatou a esposa do atleta.

Publicidade

Imagens de vídeo mostram o momento do salto de Eduardo Carvalho. Em registros feitos pelo ângulo de baixo, é possível ver o momento em que dois homens se preparam para o pouso, porém, Eduardo acaba indo em direção a um prédio. Gritos de desespero de pessoas que assistiam aos saltos podem ser ouvidos. Eduardo era considerado um atleta experimente e havia começado a praticar esta modalidade há cerca de dois anos.

Publicidade

Publicidade
Publicidade