in

Tragédia: menino de 13 anos morre após fugir de ataque de abelhas e bater a cabeça

Garoto foi socorrido para unidade hospitalar do interior paulista, mas não resistiu aos ferimentos.

G1

Um adolescente de 13 anos morreu no último sábado (22), após ser vítima de um ataque de abelhas e sofrer uma queda que ocasionou um traumatismo craniano. A vítima, Felipe Silva do Rosário, estava em um sítio da avó, no litoral de São Paulo, quando foi atingido por uma colmeia de abelhas.

Publicidade

No dia do ocorrido, a cidade de Santos foi palco de uma forte ventania oriunda de um ciclone extratropical. Diante do fenômeno climático, Felipe disse à avó que iria verificar se estava tudo “OK” no galinheiro da família. Ao se dirigir para o local, o jovem se escondeu debaixo de uma árvore para se proteger, quando foi atingido por uma colmeia de abelhas, que se desprendeu e caiu sobre sua cabeça.  

O relato foi do irmão mais novo de Felipe. O menino de 7 anos presenciou a cena, e tentou ajudar o irmão. Segundo ele, Felipe tentou correr enquanto era atacado pelas abelhas e caiu, batendo a cadeira em um pedaço de madeira. Sem conseguir êxito na ajuda ao irmão, uma vez que também foi atacado, a criança foi em busca da avó para pedir ajuda. Segundo o irmão mais velho da vítima, a avó deles pediu para que Felipe não saísse de casa.

Publicidade

Não resistiu

Rapidamente, os familiares de Felipe acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), contudo, diante da distância longa da base até o local do ocorrido, a ambulância demorou cerca de 20 minutos para chegar. O adolescente ainda estava vivo, embora inconsciente.

Publicidade

Socorrido para o Hospital Municipal de Cubatão, o jovem acabou não resistindo ao quadro de traumatismo craniano. As cerimônias de velório e sepultamento da vítima foram realizadas neste último domingo (23), no litoral paulista, sob forte comoção dos familiares.

Publicidade

Publicidade
Publicidade