in

Menino autista preso em canil é resgatado após ação da polícia; mãe e avó foram presas

Garoto foi resgatado depois de denúncias anônimas de vizinhos; outras três crianças viviam na casa.

G1

Mais um caso de maus-tratos à criança foi descoberto em solo nacional e gerou grande revolta. Na última segunda-feira (18), uma equipe da Polícia Civil libertou um menino autista, de 8 anos, que vivia trancado em um canil de uma casa situada em Belford Roxo, na Baixa Fluminense.

Publicidade

A ação foi realizada após denúncias de vizinhos. A vítima foi encontrada com vários ferimentos espalhados pelo corpo, apresentando estar desidratado e desnutrido. O garoto foi levado para tratamento multidisciplinar e segue internado. No momento da ocorrência, o estado dele era delicado. Até o fechamento desta matéria, não havia maiores informações acerca do estado de saúde 

Detidas

Suspeitas da ação de maus-tratos contra o menino autista, a mãe e avó materna do garoto foram presas de forma preventiva. Os nomes delas não foram divulgados para que a identidade da vítima não seja revelada. Ambas foram indiciadas pelo crime de tortura e cárcere privado.

Publicidade

No depoimento concedido à polícia, elas disseram que mantinham o menino dessa forma para evitar que ele fugisse, alegando que o mesmo tem problemas mentais. Caso condenadas, as mulheres podem pegar 15 anos de detenção. O inquérito segue em investigação pela polícia, que colherá novos depoimentos de testemunhas nos próximos dias. 

Publicidade

Dopado

De acordo com moradores da comunidade, o menino era dopado com calmante e amarrado em uma cama para dormir, e chegava a ser colocado em uma lata de lixo. As informações foram repassadas ao jornal “Extra”.

Publicidade

Além dele, outras três crianças com idades entre 3 e 10 anos residiam na mesma casa – estas foram entregues aos cuidados do Conselho Tutelar.

Publicidade