in

Bebê que sofreu mais de 30 lesões no corpo segue na UTI em estado grave; pais estão sendo investigados

Criança de 6 meses respira com a ajuda de aparelhos há uma semana em unidade hospitalar.

G1

A menina de 6 meses que foi levada a um hospital com mais de 30 lesões espalhadas pelo corpo permanece internada em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave. A criança está internada no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). 

Publicidade

No último boletim divulgado, a unidade hospitalar informou que a paciente “tem estado geral grave e respira com a ajuda de aparelhos”.

Investigação

O caso vem sendo apurado pela Polícia Civil que busca descobrir a responsabilidade dos ferimentos. Os pais da bebê são investigados, mas estão em liberdade. O nome do casal não foi revelado. 

Publicidade

As lesões no corpo da criança foram descobertas na última segunda-feira (10), quando a criança foi levada para uma UPA na cidade de Anápolis. Na unidade, a médica percebeu diversos hematomas no corpo da bebê, e suspeitou que ela fosse vítima de maus-tratos. Diante disso, ela acionou conselheiros tutelares e policiais. 

Publicidade

De acordo com informações da enfermeira chefe da UPA em que a criança foi levada, a bebê já chegou no hospital apresentando dificuldades para respirar. Segundo Wanessa Gusmão, a paciente não respondia às avaliações neurológica, respiratória e motora feitas pela equipe médica.

Publicidade

Perguntado sobre o que aconteceu com o bebê para que todos os hematomas fossem identificados, o pai da criança disse em depoimento que pode ter ferido a filha sem saber, mas negou veementemente a hipótese de maus-tratos. A mãe da bebê também concedeu oitiva à polícia, mas o conteúdo não foi divulgado. Um exame realizado na criança pode evidenciar se ela vinha sendo vítima de agressões por parte dos pais. 

Publicidade
Publicidade